Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

O Prisioneiro e o Pássaro

aguarde som/imagens

 

( único e último gesto )

Autora : Silvia Schmidt
BASEADO EM UM FATO

Um prisioneiro condenado à morte mantinha em sua escura
cela um pequeno pássaro, dentro de uma gaiola.
Por se tratar de um criminoso de alta periculosidade,
não lhe era permitido sair da cela.
Aquela avezinha foi sua única companhia por longo tempo.

Ele sabia que já estava amanhecendo quando ela se punha
a emitir pequenos e curtos sons.
Sabia quando o sol já ia alto ao ouvir seus alegres e longos
trinados enquanto saltitava na gaiola.
Quando ela se aquietava um pouco, escondendo a cabeça
embaixo de uma das asas, ele pensava:
" já estamos quase no meio da tarde ".

Algum tempinho depois ela abria as asas e as movimentava
com muita rapidez, como que a espreguiçar-se.
Em seguida, alimentava-se e logo punha-se a cantar bem alto e lindamente.
Nesses momentos ele descobria que a noite já estava se aproximando,
que mais um dia estava chegando ao fim e que estava um dia
mais próximo de fechar os olhos para sempre.

Assim começava e terminava cada dia do prisioneiro.

Certa manhã ele ouviu passos firmes no corredor e sentiu que
chegara a data marcada para sua execução.

Foi-lhe perguntado se tinha um último desejo, ao que respondeu:
" quero ir para o pátio, levando a gaiola com o passarinho ".


Atendido, foi levado ao pátio e, ante os olhares curiosos de todos
os presentes, ele abriu a porta da gaiola e disse ao pássaro:
" Vá conhecer de perto o que por tanto tempo eu lhe neguei ".

A ave saiu e logo ganhou o imenso espaço azul, e voou tão alto
a ponto de não mais ser vista por seus observadores.

Levado à sala de execução, poucos minutos depois o prisioneiro estava
morto, e em seu rosto via-se uma expressão de êxtase e de paz.
Seus lábios pareciam sorrir.


Quando seus retidos pertences foram entregues à família,
no bolso de sua camisa foi encontrado um cartão que mostrava
a imagem de um Anjo, e atrás viam-se as palavras :

" Sou seu Anjo Guardião.
Em toda e qualquer situação estarei todo o tempo com você.
Apenas esperarei que você um dia compreenda a
Força
de um Gesto de Amor
, nem que seja ele o único e último de sua vida.
Nesse dia, onde quer que você esteja, como quer que você esteja,
apenas olhe para o imenso azul do céu, com a certeza de que lá está
Deus sempre pronto para dar-lhe mais uma chance.
Lá também estarei eu a esperar por você.
Você reconhecerá a hora de mandar-me na frente ".

 

 

gif
 

 


publicado por Maria Glaene às 07:49
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Tenha sonhos

. Talvez seja muito tarde.....

. O Velho e o Neto

. Quem Sabe Somar, Sabe Div...

. O destino de cada um

. Não Espere

. Menos e mais

. Pessoas Especiais

. A Importância de saber vi...

. O Cirurgião e o Mecânico

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fernando Pessoa

. A Corrente Da Felicidade

. Amiga Maldita

. Escolhe

. Eco da Vida

. Consertei o Mundo

. Milho Bom

. A piscina e a cruz

. Anos dourados...

. ***De todas as coisas que...

SAPO Blogs

.subscrever feeds